terça-feira, 9 de junho de 2015

Dia 9 - A Blogosfera de hoje #Blogosfera

Antes de mais, quero dizer que este desafio foi assim uma coisa muito boa que me apareceu, porque realmente comecei a dedicar-me mais aqui ao meu blog. Hoje é pedido para falarmos do que achamos da blogosfera actualmente.
Para dizer a verdade, a blogosfera não é um mundo novo para mim. Tive o meu primeiro blog como um blog tributo ao High School Musical (já há cerca de 100 anos) e pode-se dizer que era famoso. Mais para o fim cheguei a ter haters e tudo. Depois, acabei por fechar. Ainda tive mais uns blogs, até tentei ter um de moda mas coitado, só teve uma publicação, e fui andando até chegar aqui.
Ora, nestes anos todos aquilo que mais estranho, nos blogs das pessoas da minha idade, é que estas têm o blog e o partilham com os amigos e a família. Têm fotos, nome, é mesmo para mostrar "isto é meu, e este sou eu". Bem, não acho que seja mau, mas para mim é estranho. Nunca digo a ninguém que tenho um blog, aliás, as pessoas é que me dizem que eu deveria ter. E limito-me a sorrir e a acenar. Na minha cabeça, os blogs são como um escape e a piada disto é mesmo não saber quem está por detrás do ecrã. Ou então sou só tímida, não sei...
Agora falando da blogosfera top... Sigo o blog da Pipoca há cerca de seis anos. Quando a descobri, devorei o seu arquivo todo em dias. É uma maravilha, e podem dizer o que quiserem, mas ela é a dona disto tudo da blogosfera. Como conheço o blog dela há tanto tempo, estou feliz por aquilo que ela é hoje, pois sei que foi sempre o que ela quis. E aproveito o facto de estar a falar neste blog para dizer que hoje em dia toda a gente tenta fazer igual, pois todos querem convites para eventos e coisas grátis. De facto, as pessoas deveriam pensar bem nos motivos que as levam a ter um blog. Se é apenas pela tentativa de se ser web celeb... Amigo, repense a sua vida.
Há umas semanas saiu oficialmente a alteração ao Código da Publicidade, que obriga a que os bloggers identifiquem nos seus posts se determinado produto ou serviço foi oferecido pela marca, em troca de uma publicação. Devo dizer que acho bem e que é muito mais justo assim. A piada da opinião dos bloggers residia no facto de esta ser honesta e transparente. Se, de repente, a troco de uns quantos euros essa opinião apenas fingia ser honesta, então isso era muito duvidoso do ponto de vista ético.
Porém, a blogosfera não é só um mar de rosas e, algures no lado negro, residem coisas menos boas. Estou a falar, obviamente, dos hate blogs que se dedicam a espezinhar e a gozar com os blogs alheios. Não vou mentir, eu própria visito alguns e, graças a ler novos pontos de vista, cheguei a mudar de opinião em relação a alguns blogs famosos da nossa praça. No entanto, se as situações se arrastam até ao domínio da ofensa, acho que tem de se parar. Também é preciso não esquecer de que, hoje em dia, é fácil perceber de onde se está a publicar e identificar a pessoa. A máxima de que na Internet se escreve a caneta deve ser lembrada.

Pois bem, fiquei com um post enorme que ninguém vai ler! No fundo a minha opinião é esta: acho que a blogosfera é um mundo divertidíssimo, com muito ainda para se explorar. Como futura profissional de comunicação, estou a acompanhar com grande interesse a crescente importância dos bloggers para a opinião dos consumidores, bem como as suas relações com as marcas. Veremos como será o dia de amanhã!

Sem comentários:

Enviar um comentário